UFMA Imperatriz

A Universidade Federal do Maranhão (UFMA) tem sua origem na antiga Faculdade de Filosofia de São Luís do Maranhão, fundada em 1953, por iniciativa da Academia Maranhense de Letras, da Fundação Paulo Ramos e da Arquidiocese de São Luís. Embora inicialmente sua mantenedora fosse aquela Fundação, por força da Lei Estadual n.º 1.976 de 31/12/1959 dela se desligou e, posteriormente, passou a integrar a Sociedade Maranhense de Cultura Superior- SOMACS, que fora criada em 29/01/1956 com a finalidade de promover o desenvolvimento da cultura do Estado, inclusive criar uma Universidade Católica.


A Universidade então criada, fundada pela SOMACS em 18/01/1958 e reconhecida como Universidade livre pela União em 22/06/1961, através do Decreto n.º 50.832, denominou-se Universidade do Maranhão, sem a especificação de católica no seu nome, congregando a Faculdade de Filosofia, a Escola de Enfermagem 'São Francisco de Assis' (1948), a Escola de Serviço Social (1953) e a Faculdade de Ciências Médicas (1958).


Posteriormente, o então Arcebispo de São Luís e Chanceler da Universidade, acolhendo sugestão do Ministério da Educação e Cultura, propõe ao Governo Federal a criação de uma Fundação oficial que passasse a manter a Universidade do Maranhão, agregando ainda a Faculdade de Direito (1945), a Escola de Farmácia e Odontologia (1945) - instituições isoladas federais e a Faculdade de Ciências Econômicas (1965) - instituição isolada particular.


Assim foi instituída, pelo Governo Federal, nos termos da Lei n.º 5.152, de 21/10/1966 (alterada pelo Decreto Lei n.º 921, de 10/10/1969 e pela Lei n.º 5.928, de 29/10/1973), a Fundação Universidade do Maranhão – FUM, com a finalidade de implantar progressivamente a Universidade do Maranhão.


A UFMA já atua na cidade de Imperatriz desde a década de 1980. A instituição oferta anualmente à comunidade da região 712 vagas em seus nove cursos de graduação, oferecidos em suas duas unidades, Campus Centro e Campus Avançado, e um Mestrado em Ciência dos Materiais. Atualmente o campus de Imperatriz tem um corpo docente formado por cerca de 210 professores, 60 técnico-administrativos e aproximadamente 2 mil alunos matriculados.


Um breve histórico da UFMA - campus Imperatriz


Os primeiros cursos a entrarem em funcionamento no campus foram Direito e Pedagogia, implantados no ano de 1980, por meio da política de expansão e interiorização da Universidade. Em 1993 o campus passou a oferecer também o curso de Ciências Contábeis.


O campus de Imperatriz da UFMA foi elevado à condição de Unidade Acadêmica em 02 de dezembro de 2005, de acordo com a Resolução nº 83, do Conselho Superior Universitário (Consun), passando a ser denominado a partir de então de Centro de Ciências Sociais, Saúde e Tecnologia (CCSST).


Na última década, o campus vem passando por um processo de expansão e consolidação. No ano de 2006, o Centro recebeu mais três cursos: Comunicação Social com habilitação em Jornalismo, Enfermagem e Engenharia de Alimentos. Em 2010, os cursos de Licenciatura – Ciências Humanas/ Sociologia e Ciências Naturais/Biologia – foram incluídos na grade de graduações oferecidas no campus e, em 2014, tiveram início as aulas do curso de Medicina, totalizando nove cursos de Ensino Superior, que têm atendido a demanda principalmente de estudantes do Maranhão, Piauí, Pará e Tocantins. Em 2013 teve início o primeiro mestrado da cidade, o Programa de Pós Graduação em Ciência dos Materiais.


O campus da UFMA Imperatriz funciona em duas unidades: o Centro, localizado na Av. Urbano Santos, em que funcionam os cursos de Comunicação Social, Direito, Ciências Humanas/Sociologia e Pedagogia, e a Unidade Avançada Bom Jesus, no bairro Bom Jesus, onde são oferecidos os cursos de Ciências Contábeis, Ciências Naturais/ Biologia, Enfermagem, Engenharia de Alimentos e Medicina, além do Programa de Pós-graduação em Ciência dos Materiais.


Com base no tripé de Ensino, Pesquisa e Extensão, a universidade desenvolve também diversos projetos de pesquisa e extensão, como meio de contribuir com o desenvolvimento científico e servir a sociedade da região do Sul do Maranhão. Com mais de cinco décadas de existência, a UFMA tem contribuído, de forma significativa, para o desenvolvimento do Estado do Maranhão, formando profissionais nas diferentes áreas de conhecimento em nível de graduação e pós-graduação, empreendendo pesquisas voltadas aos principais problemas do Estado e da Região, desenvolvendo atividades de extensão abrangendo ações de organização social, de produção e inovações tecnológicas, de capacitação de recursos humanos e de valorização da cultura.